Chamada para v. 23, n. 47 de 2018

A chamada para a Gragoatá 47, terá como tema Monstruosa organização, organizado por Claudete Daflon (UFF) e Márcia Naxara (Unesp-Franca).



Gragoatá 47
[v. 23, n. 47 (set-dez 2018)]

Tema: Monstruosas Organizações

Organizadoras: Claudete Daflon (UFF) e Márcia Naxara (Unesp-Franca)

Submissões de 30 de maio a 31 de agosto de 2018.
Publicação prevista para dezembro de 2018.


Ementa:
Monstruosa organização:
assim o narrador de Til (1871), de José de Alencar, descreve Brás, personagem identificado no romance por suas alterações congênitas. Rejeição e intolerância caracterizam a reação diante de um corpo e uma conduta considerados desviantes por se afastarem de princípios que se compreendiam afeitos à civilização, ordem, normalidade e saúde. A degeneração constituiria, portanto, perda da humanidade associada ao modelo de homem civilizado na moderna sociedade ocidental. Todavia, a multiplicidade proposta pelo emprego do plural em organizações revela desdobramentos semânticos que vão desde a estrutura do corpo biológico, que inclui o órgão e o orgânico em sua relação com a noção de organismo, passando pela acepção de sociedade enquanto organização, continuando em direção ao caráter institucional de órgãos e organismos, até alcançar o Estado. A associação do adjetivo monstruosas, por sua vez, atribui a essas “composições” polissêmicas ainda outros aspectos: doença, distorção, horror, estranhamento, alteridade, gigantismo... Em contraposição ao civilizado, o não-humano surge como ameaça, seja por sua identificação à natureza não pacificada e às culturas não hegemônicas, seja enquanto expressão das mazelas da sociedade que expõem as fissuras do processo civilizatório. Estão implicadas, nesse sentido, discussões sobre a exposição e normatização do corpo; o homem e o mundo natural; a diversidade cultural; a técnica e a tecnologia; as grandes cidades; a formalização do conhecimento em suas relações com o poder; o Estado, comparado por Hobbes, em uma das primeiras teorizações sobre a nação moderna, ao grande Leviatã. Diante disso, a presente chamada dirige-se a trabalhos que, no âmbito da literatura e da cultura, contemplem o viés apresentado.

Consulte as normas para a publicação nas orientações aos autores, que contém um tutorial passo a passo para submissão online.